Na alegria, no amor e nos negócios

.

Casal de estudantes universitários se conhece durante protestos pela adesão do passe livre em 2014 e inicia linda história de amor e negócios no bairro de Dois Irmãos, Recife

 

O jovem casal Igor Alves e Laysa Ferreira, conheceu-se em meados de junho do ano passado, quando o país enfrentava uma série de manifestações pelo acesso livre ao transporte público, e desde então não se desgrudaram mais. Ele, estudante do curso de licenciatura plena em História, pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) e ela, graduando bacharelado em Direito na Focca, começaram um namoro pelo acaso e hoje dividem sonhos, objetivos e o crescimento nos negócios que iniciaram a pouco mais de dois meses e que segundo os pombinhos, vem dando lucro e conquistando cada vez mais espaço na localidade.

Tudo começou quando um belo dia, o irmão mais velho de Igor, resolveu trazer uns queijos de Sanharó, Agreste de Pernambuco e cidade natal de sua família paterna para distribuir entre seus familiares daqui. Diante da quantidade dos variados sabores de queijos, a cunhada de Igor teve a brilhante idéia de vender entre a vizinhança, o que acabou dando certo. Foi a partir daí que os estudantes empreendedores tiveram a criatividade de começarem um negócio promissor oferecendo aos amigos, moradores dos bairros circunvizinhos da UFRPE e funcionários da empresa em Suape, onde Alves trabalha em dias alternados.

Os sabores são variados e chamam muito a atenção e paladar dos clientes. Dentre os gostos, os vendedores oferecem: queijo coalho, manteiga, temperado (azeitona, charque, carne de sol, pimenta de cheiro, tomate seco, provolone e outros), além de manteiga de garrafa, farofa de queijo e lingüiça de bode. O sucesso tem sido tão grande que muita gente já os conhecem só de ouvir falar na qualidade dos queijos. Quando saem às ruas pra venderem os produtos às pessoas chamam o casal interessadas em comprar os famosos queijos.

Os estudantes começaram as vendas em março deste ano e de acordo com os empreendedores, viajam uma vez por semana para adquirir os queijos e repor o estoque em casa, onde são bem guardados em um freezer. “Começamos com uma pretensão de trazer 50 queijos por mês. Daí acabamos voltando no mês umas três vezes, trazendo na segunda vez 100 queijos e na terceira 150”, afirmou Igor Alves. A dupla vem enfrentando um pouco de dificuldade com o preço por conta da estiagem no município de origem, tendo um pequeno aumento nos produtos.

O casal também criou uma página na rede social do Facebook intitulada “Dois Irmãos Empório Pernambucano”, que divulga seus produtos para venda, como opções de lugares para desfrutar a gastronomia do bairro. “Antes quando queríamos sair pra comer alguma coisa, íamos pro bairro da Várzea. De tanto andar vendo os queijos pelo bairro de Dois Irmãos acabamos conhecendo outras opções de bares e restaurantes”, garantiu Alves.

Planos para o futuro não faltam. Além de construírem uma vida em comum eles pretendem comprar um carro no final de junho e viajar em janeiro de 2016 para alguns países da América Latina, numa viagem de 40 dias de automóvel. Outra providência dos empresários é formalizar o negócio para que a partir disto possam investir mais no futuro e obter uma renda maior com o andamento das vendas.

Reportagem: Ernandes Tavares/Especial para a Agência JCMazella

Fotos: Pablo Kennedy

 

COMMENTS

  • Sao Paulo A Oxitocina e um hormonio produzido no hipotalamo, que e conhecido como hormonio do amor, pois costuma ser liberado quando estamos perto de nossos parceiros. Tambem esta intimamente ligada a sensacao de prazer e de bem estar fisico e emocional e a sensacao de seguranca e de fidelidade entre o casal , explica a endocrinologista Tatiana Cunha.

Deixe seu comentário