OS LÍRIOS DO CAMPO

OS LÍRIOS DO CAMPO

  Por Satyaprem   Nós somos bombardeados com desejos – basta ligar a televisão para ver. Vejam as propagandas e você estará sendo bombardeado. Estou aqui para apresentar uma nova proposta. Pois, que bom seria se você pudesse existir em um plano onde não houvesse necessidade de absolutamente nada, nem ninguém que o entenda, não é mesmo? Que bom seria não ter a necessidade de que alguém goste de você ou o aceite, sim? Venho…

Leia mais...

A QUIETUDE E A INTELIGÊNCIA

A QUIETUDE E A INTELIGÊNCIA

Por Satyaprem É na quietude que as coisa acontecem, é na quietude que você fica inteligente. É na quietude que você sabe o que fazer. E como tem muito pouco a ser feito, fica difícil errar. Na quietude você sempre faz o movimento correto. Um problema vem e te assombra, o que você faz? Se você fica quieto, se você nem mesmo o espera passar, se você nem mesmo se ocupa com isso, o problema…

Leia mais...

NO FOGO: A LEVEZA DO SER

NO FOGO: A LEVEZA DO SER

  Por Satyaprem   A mente elabora tornar-se um santo ser o mais próximo da iluminação. Ela propõe que você não faça nada errado, nem pense “coisas feias” – e é exatamente essa lógica que gera a impossibilidade. Você só não alcança o real a esse respeito, porque está imaginando. Desse jeito, você tem renegado a si mesmo, consistentemente, com a esperança de que um dia possa descobrir algo que venha a remover todos os…

Leia mais...

A ORDEM AMOROSA DO CAOS

A ORDEM AMOROSA DO CAOS

Por Satyaprem   O mundo convenciona absolutamente tudo o que acontece. Se você não pensa da forma que o mundo pensa, o que acontece contigo? Logo convenciona-se que você está louco, e esta é mais uma convenção. Satsang revela um “ambiente” que não segue nada do que estão dizendo. Acordar significa terminar o sonho. Se não despertar para isso o quanto antes, a morte trará esta revelação, porque a morte termina com o sonho. Este…

Leia mais...

A SEDE E A FONTE

A SEDE E A FONTE

    Por Satyaprem     Pare de brigar com as circunstâncias e perceba o desaparecimento natural de determinadas situações em sua vida. Se você está pousado no Ser, na Consciência que você é, acontece um afastamento natural da mentira e, quando quer que surja tal circunstância, você saberá que isso não é você. A mentira não tem a menor importância e, salvo um breve período de acomodamento nessa nova realidade, é possível notá-la sem…

Leia mais...

NO SILÊNCIO NÃO HÁ VOCÊ, SORRIA

NO SILÊNCIO NÃO HÁ VOCÊ, SORRIA

  Por Satyaprem     Suponho que você esteja querendo saber quem você é. Eu já disse várias vezes e repetirei quantas forem necessárias: você já é aquilo que você está querendo encontrar. Você já é você! Entenda o quanto puder. No entanto, precisam ser encontrados esses dois pontinhos. A sua existência separada precisa reconhecer de onde ela vem, quem é ela em si. Se ocorre o reconhecimento, fica nítido, mais cedo ou mais tarde,…

Leia mais...
1 2 3 5