UM BOCADINHO DE VIVER EM PORTUGAL

Sou Anna Maria Salustiano, nascida na cidade de Limoeiro, interior de Pernambuco, jornalista pela Universidade Católica de Pernambuco, Mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Pernambuco UFPE-Brasil, professora, aprendiz, estudante de Doutoramento, na Universidade Lusófona, em Lisboa

 

 

Por Anna Salustiano

Os encantos das aldeias portuguesas

Portugal consegue alimentar a dimensão de distintos lugares em um só. As aldeias que existem nestas terras, parecem ter vida deslocada da capital lisboeta e ao mesmo tempo agregada. É como se um não vivesse sem estar atrelada a ideia que move uma grande cidade, mas com o funcionamento típico dali. Nas aldeias, normalmente, tem algo bem próprio daquele local, em Azeitão, por exemplo, existe a torta típica de lá, que é deliciosa. A massa fina derrete-se na boca sem nenhum esforço. De formato arredondado e pequenininho, o pastel lembra o nosso bolo de rolo pernambucano/brasileiro. Só que o de cá, o recheio é com ovo, especialidade de inúmeros outros pratos (aqui se come ovo em tudo). Para além das comidas, Azeitão tem aquele clima gostoso de cidade de interior. As pessoas sentadas nas calçadas conversam até tarde, aqueles casarios em que remontam a fatos históricos dos séculos XVI, XVII que estão conservados e servem várias vezes de ponto turístico para que alguém se posicione na frente deles para alguma fotografia. O calçamento do lugar também faz com que lembremos daquelas ruas que víamos em livros de História. As praças com fontes e a natureza frequentemente presente, nos levam a estabelecer diálogos próprios em um constante exercício de aprofundamento do eu/espírito/existência.

Em um dos poucos restaurantes do lugar, que dia de semana está cheio, cativa-nos pela simplicidade e requinte de uma comida tipicamente regional (bacalhaus, saladas, vinhos, doces). O lugar cercado de verde, disponibiliza de algumas mesinhas dentro e fora do local o que nos aproxima ainda mais do universo típico de um interior (nos seus mais amplos sentidos). É gostoso sentir as particularidades dessas aldeias portuguesas e é como se o corpo respondesse a algo já vivido há muitos anos. Para quem acredita em outras vidas, pode ser que meu espírito tenha passado por essas ruas, aldeias ou lugares. Quem sabe?
A palavra Azeitão é utilizada para referir um conjunto de povoações que tem um peso turístico nas vilas Nogueira e Fresca.

Acobertada pela serra da Arrábida, o lugar conta com a presença humana há milénios, mas foi sobretudo a partir do século XV que Azeitão ganhou prestígio, com a instalação de famílias nobres.

Azeitão é uma freguesia portuguesa do Concelho de Setúbal, com pouco mais de 20 mil habitantes.

 

Texto : Anna Salustino/Especial para AgênciaJCMazella

Foto reprodução: Anna Salustiano/Especial para AgênciaJCMazella

 

Parceria: https://o-tuga.com/

Leave a Comment